''Fechar-se não está com nada , as pessoas são sempre o que de melhor existe .''
(Caio F. Abreu)

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Pra sempre, Caio.


Como esquecer? Como escrever? Quaisquer que sejam as palavras tornam-se pequenas diante a grandeza dos teus olhos, sorrisos, das doces e outrora decididas palavras. Como chegar simplesmente no dia 25 de fevereiro de 2011 e não respirar a simples frase: “Que seja doce!”. Impossível. Impossível chegar aqui e não ficar emocionada em lembrar cada texto do Caio e não lembrar como eu me senti confortavelmente bem em encontrá-lo, em viver esse caso de amor com ele todos os dias e me sentir viva a cada palavrinha dele. Tudo é pequeno diante de ti, Caio. Tudo é pouco diante do que tu trazes para mim e milhares de outras pessoas nesse mundo.
“Volta que eu te cuido, e não te deixo morrer nunca" e se eu pudesse faria isso, te cuidaria, te amaria mais e mais e muito mais sempre. Pela tua capacidade de expressar em palavras os teus pesares, o teu sentir e por sempre me entender. Teu jeito de saber todos os dias como eu me sinto e ninguém sabe tão bem quanto tu. E quando eu deito na cama e olho para o teto e digo: “Caio, me ajuda, Caio!” e tu sempre me ajudas, Caio. Contigo eu sei que não estou sozinha. Tu escutas cada pedido meu, tu me manda sempre boas vibrações por mais difícil que seja a situação, tu acalma o meu coração. Contigo, Caio, aprendi a ir fundo com os meus sentimentos, porém sempre dar tempo ao tempo. Contigo eu renovo a minha fé todos os dias. Contigo e por ti. Todos os dias.
E emocionada, agora, só isso me vem à cabeça: “Gosto de pensar que quem já morreu fica num lugar quentinho, que a gente não vê, cuidando de quem ainda não morreu. E se você quiser agradar a essa pessoa, é só fazer coisas que ela gostava. Aí ela fica ainda mais quentinha e cuida ainda melhor da gente.". E podem se passar anos e mais anos, tu é eterno, Caio. Sei muito bem que não só pra mim, mas pra muitas pessoas que eu conheço que eu aprendi a amar, também contigo. E tu estarás sempre no coração de cada um de nós, jamais nos esqueceremos de ti e sempre lembraremos de ti da melhor forma possível, com o teu sorriso mais lindo e com o teu jeito de sempre tentar fazer o que o coração diz. Tu és um exemplo e sim, um grande amor!
Fique em paz, onde tu estiveres e tenhas certeza que estas aqui, no meu coração. E hoje, olharei o céu nublado, sorrirei com o teu sorriso mais lindo e direi por ti: “Que seja doce, sempre doce, porque tu estas em cada canto e principalmente aqui, dentro de mim!”. Obrigada por tudo, Caio! Sem mais palavras porque a emoção é grande.

“Toda a minha saudade, e o meu amor de sempre.”

4 comentários:

Rodolpho Padovani disse...

Conheci frases e textos dos Caio através dos blogs, e o cara é fera mesmo. Achei sua homenagem muito linda e emocionante. Parabéns, querida =)

Bjs.

Patrícia de Sousa disse...

Perfeito. É a única palavra que dá pra descrever esse teu texto, essas palavras incríveis e, claro, o nosso amor, o Caio.
Agradeço muito por ele ter me guiado a te conhecer naquele dia, e por isso, principalmente, mas não por menos, digo que ele é o meu anjo. Caio, nós te amamos.

PERFEITO, Tassy. P-e-r-f-e-i-t-o.

Ana Lourdes disse...

Mas que amor! Parabéns por sua linda paixão, é realmente impossível não admirar Caio, ele é ótimo! Você, como sempre, escrevendo muito bem sobre nós e eles. Continue assim, espero um livro, breve.

Poliana Lima disse...

Os textos do Caio tem o dom de descrever o que eu sinto. Legal saber que tem gente por ai que gosta de suas obras de verdade e não só porque uma frase ou outra virou "hit" nas redes sociais ...

adorei aqui linda.. parabééns.

Related Posts with Thumbnails