''Fechar-se não está com nada , as pessoas são sempre o que de melhor existe .''
(Caio F. Abreu)

quinta-feira, 22 de julho de 2010

O tempo e o vento


Gosto de lembrar do tempo;
do tempo em que o vento me parecia mais leve, mais simples e mais fresco.
Gosto de lembrar do vento;
do vento em que o tempo era somente alegrias, em que o tempo beijava o vento sem intenção de esquecimento.

Quero viver no tempo em que o vento me faça sonhar, me faça sentir e assim ir mais longe me tornando leve.
Quero o tempo em que o vento não me traga somente saudade e sim presença.
Gostaria que este vento te deixasse junto a mim em todos os momentos e que o tempo se fizesse maior para o beijo tornasse-se o vento que por mais lento está sempre aqui.


E vocês o que gostam de lembrar?

11 comentários:

Rodolpho Padovani disse...

"Quero o tempo em que o vento não me traga somente saudade e sim presença. Gostaria que este vento te deixasse junto a mim em todos os momentos e que o tempo se fizesse maior para o beijo tornasse-se o vento que por mais lento está sempre aqui."
Essa parte aqui eu peguei pra mim, haha
Muito lindo, ótima escolha de palavras...

Eu gosto de lembrar do tempo da minha infância, onde o vento era o tempo e o tempo era o vento...

Bjs =)

Bruna disse...

também quero viver em um tempo que não me traga saudade
Obrigada por me prensentiar com esse post :D
bela sexta
beijo

Fernanda Barcellos disse...

oii

Amei teu blog.

Teus textos são lindos.

Parabéns.

Beijos

Naia Mello disse...

De inúmeras coisas. De momentos mais marcantes. Que por mais que o tempo passe, o vento, se encarrega de trazer as raízes novamente. Eles estão sempre conosco.
Boa poesia.

Leo disse...

Lindo querida amiga, como sempre!

eu gosto de lembrar do tempo que passou, da infância, da inocência, da^´epoca feliz. E também de lembrar do tempo que ainda não veio e que talvez os ventos bons me tragam.

Beijos Tassy, admiro muito tua escrita.

disse...

Ah, o vento não é só ausência... Pode trazer uma outra forma de presença, talvez...
(Tem um conto chamado 'Brincadeira', do Tchekhov, que fala disso - é muito lindo, super recomendo!)

Isabel disse...

Ah que texto lindo, ah um tempo eu venho lendo seus textos e nunca consigo comentar, são lindos demais, e ah eu mudei de blog qualquer coisa : www.bellsgalvao.blogspot.com

xoxo

Isabel disse...

Ah Deus, como eu amo seus textos, tipo eu passei um tempo, sem vir aqui, sem os ler, porque eu sumi, evaporei e bom mudei de blog, agora é : www.bellsgalvao.blogspot.com . Mas enfim, tá tão lindo seu blog, tçao fofo bom, parabéns querida *-*

xoxo *-*

L. M. disse...

Gosto de lembrar que há coisas boas pra se ler na internet, como o seu blog.

Escritores de araque. disse...

Muuito lindo o texto.. lembrar desse tempo é algo fantástico. Adorei o blog, vou seguir! =*
E obrigada pela visitnha lá no Copo de Cólera!

Vivian disse...

Olá,
Nossa, parabéns! Faz um tempinho que descobri seu blog. Tenho um também, mas comecei a escrever nele a pouco tempo. Vivo lendo o blog de outras pessoas, e o seu é um dos meus prediletos. Adoro ler o que você escreve. Me inspira muito e faz também com que eu reflita bastante sobre a vida no geral. Continue sempre assim, você com certeza está no caminho certo. Se possível, gostaria muito que você olhasse meu blog e desse a sua opinião, sua crítica. Obrigada pela atenção, e mais uma vez, meus parabéns, você escreve muito bem!
Beijoos e tenha um ótimo dia!
;**

Related Posts with Thumbnails