''Fechar-se não está com nada , as pessoas são sempre o que de melhor existe .''
(Caio F. Abreu)

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Personagem real nos contos animados


Vestida como quem não quer pegar frio eu saio de casa à procura do sol. Caminho e tem horas que até sorrio ao céu e ele me sorri disfarçado. Eu e minha sombra andando e andando para buscar sorrisos nos outros e no que pareça simples e sem vida real. Com cara de menina-moça, de criança danada e curiosa por um novo doce, brinquedo e o que for, sou eu subindo as escadas e olhando a prateleira da esquerda aonde se encontra aqueles filmes de: “Era uma vez...”. Eu, feito uma criança encantada com o que me veio aos olhos – Pronto! Estou voltando aos dias de conto de fadas. Estou voltando para os meus sonhos guardados. Lembrando, buscando e querendo sorrir com o riso dessas animações e ver algo de bonito. Sentir uma história vencida em que o final é sempre feliz. Sim, eu não canso de pensar que o final sempre é e será feliz! Com um beijo de acordar a Bela Adormecida que há dentro de cada um de nós e até mesmo com a maçã envenenada dada a Branca de Neve, que no fim tudo fica bem, tudo passa e a vida continua com um sol radiante e sorridente aos meus olhares. E o que possa parecer inerte em minha vida é algo lindo, é uma felicidade imensa e um conto real em que há montanhas, pedras e até um buraco, porém quando chega à hora tão esperada a felicidade se faz presente. E eu sorrio. Sorrio pensando naqueles dias em que o sorrio de quem está perto é o que pode fazer a diferença. Sorrio pensando em que um sorriso egoísta é sem vida perto de um sorriso compartilhado. O meu sorrio só brilha compartilhado, só brilha com um sorriso verdadeiro. Minha vida é conto exagerado, é um conto com mil e uma paginas, com páginas de suspense misturadas com comédia e bons – ótimos – pingos de romance. Vou ouvir alegria, gritar alegria e o que mais for preciso. Vou mudar de caminho, chegar a todos os meus destinos como em meus desenhos de mentira-real. Vou invadir vários mundos, encantar cada coração distante e encontrar o rumo do que possa ser como nos filmes, um final feliz. Felicidade diária, felicidade que sempre deixa com um gostinho de quero mais. Quero uma felicidade assim e quero que todos tenham também. Então, saí da locadora e desci as escadas, andando pela rua fria pensei a quem dedicaria um sorriso instantâneo e pensei em quem faz meu coração bater acelerado e cada toque de telefone me faz sentir surpresa. Nesse frio todo, pensando em um coração distante e em um sorriso presenteado ao teu amor, me vejo cada vez mais contente. Estou nesse frio, porém estou quente e rosada. Estou como nos meus desenhos inocentes, enamorada. Como foi antigamente na minha infância agitada, com um coração enamorado por aquele primeiro amor, estou sorrindo e suspirando feito uma tonta. E fico contente, minha vida com inúmeras páginas e para cada uma delas uma personagem diferente e em todas essas, eu. Sempre mudando, sempre correndo, sempre buscando e rindo para a vida.

7 comentários:

Nathy disse...

Suas palavras são muito belas, sabia?! Confesso não ter lido tudo, mas voltarei. As imagens aqui postadas também expressam muita sensibilidade e suavidade. Parabéns! ;)

beijos!

Luara Q. disse...

quanta intensidade!

Marcus Portella disse...

Tassyane, Tassyane , como sempre muito boa com as palavras, as idéias, nas narrações. Faz como poucos essa transformação, do cotidiano, do banal em uma coisa mágica, prazerosa de ler e imaginar como fez ficar tão espetacular , uma simples ida tua a uma locadora.
Adoro teus textos, porque justamente são diferentes dos meus, tu sempre fala de felicidade e amor, pra mim amor ja deu e felicidade é só uma pausa na tristeza. Admiro teu texto por ser praticamente a antitese dos meus.

Bom, paro por aqui, se não escrevo 2 paginas rs.
Voltei a escrever no blog, e não podia deixar de passar por aqui.

Como sempre , parabéns !

Paulo Dionísio disse...

Uau queridinha. Que nem a luara disse. Quanta intensidade.
Lindo como sempre! Beijão.

Jéssica Trabuco disse...

Que gostosa a forma que vc escreve!
Falou tanto por mim, amei de verdade seu texto.. cada palavrinha!
Mto bom mesmo!

elry disse...

toa sorrisos... =)

May Ribeiro disse...

Ah.. Tass! Realmente, a cada texto teu a intensidade de suas palavras aumenta. Adoro teus textos!

Related Posts with Thumbnails