''Fechar-se não está com nada , as pessoas são sempre o que de melhor existe .''
(Caio F. Abreu)

sexta-feira, 11 de junho de 2010

desejo o mesmo


sem regras escrevo
sem farsas vivo
e com sentimento
intenso, eu amo

faço da vida o som
o dom o canto e o encanto.
Gosto do tempo que passa
marca volta e lembra

a lua ilumina a alma
enlouquece e acalma
envaidece e ascende
essa libido, essa tara

minhas regras são delírios
minha ordem é os sentidos
eu expresso o que sinto
com alma e o desejo

não finjo o apego
não minto entendimento
e não quero desprezo,
quero vida, quero apreço

11 comentários:

pâற Gαяdєи disse...

Quero mais um poema
neste pequeno endereço.
=]

Paulo Dionísio disse...

Idem, idem.

Naia Mello disse...

ah o tempo. Seria tão bom voltar no tempo e viver esses delírios e sentidos de ordem.

Nati Teixeira disse...

adoro seus poemas :)
parabéns!
Beijo

Julia Melo disse...

poema lindo *-* escritora !
beijos.

* Luria Corrêa , disse...

que poema maraviilhoso , tudo o que sonhamos ou somos em meio à nossas vidas . Amr, eu juuuuuuuuurava que já estava te seguindo, já corrigi meu erro õ/ Feliz dia dos namorados pra ti *-*

Beijos :)

Felicidade Clandestina disse...

"minhas regras são delírios"


gosteidemais da poesia.
beijos dona moça.

Renata Diniz disse...

Lindo poema! Continuo aguardando sua visita ao meu espaço. Lá também prestei minha homenagem ao dia dos namorados! Bjo.

Renata Diniz disse...

Que ótimo! Muitíssimo obrigada! Tassyane, será um prazer poder te apresentar a minha obra! No meu blog tem um link para a Editora "Clique aqui para acessar a Editora"(encontra-se abaixo dos Extras, onde tem a foto do livro). Desta maneira vc estará na página da Editora, onde no campo "pesquisar" vc digitará meu nome "Renata Carla Diniz" ou o nome da obra. Qualquer dúvida, estou à disposição. Uma vez mais, obrigada. Bj!

Lua disse...

Gostei daqui!

bjo ;)

Malú Nunes disse...

Gostei muuuuuito desse (:

Related Posts with Thumbnails