''Fechar-se não está com nada , as pessoas são sempre o que de melhor existe .''
(Caio F. Abreu)

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Sem rumos, risos e fatos. Sem escolha.

Do céu ensolarado ao estrelado e tudo tão belo quanto o sorriso que imagino em teus lábios. Meus dias belos e radiantes tornaram-se estressantes e entediantes. Completamente fora de mim estou em prantos. Internamente sem motivos para radiar. Sorrir. Colorir os teus rastros deixados com um adeus desesperado de quem gostaria de amar. Ficar. Sonhar. Estou aqui jogada na sala de estar, à espera de uma ação repentina de coragem; que me falta. O que antes era correria e maçante, hoje é necessidade. É a busca por um riso contido no meio das minhas correrias. No meio de meus dias atarefados e sem tempo. Assim eu encontro um pingo de felicidade. O que antes eu pensava que fazia bem, hoje me tira o sono. Fico desolada e quem rodeia os meus dias, não entende. Não busca entender e eu finjo que tudo se vai. Que tudo evapora com uma simples gota de água quente. Triste. Não entendem os medos e as vontades. Fico muda, choro e escondo os meus sonhos. Minhas fantasias e minhas necessidades de estar sozinha. Sou gota fria em meio ao mundo quente que rodeia os meus olhos amendoados. Sou cega quando vejo e finjo não ver os olhares na rua. Não quero ser lembrada, não agora! Estou fora de foco, de forma, de risos. Estou fora de mim, de ti, de nós. Estou em desespero. Não grito e nem rio. Simplesmente fico como Deus quiser. Comigo apenas o brilho nos olhos e um aperto no peito. Brilho de quem trás consigo uma esperança imensa perto desses desabrigos que me vejo escondida. Aperto em meu peito por pensar que nada poderá mudar e continuará assim, sem rumo, sem fundo, sem fim. Perdida dentro dos pensamentos que me rondam, eu sorrio querendo chorar e ninguém vê. E se veem, fingem não ver.
Nesse meu esconderijo, nessa minha falta de abrigo, penso tanto nesse teu sorriso que extravasa os meus dias, que me bebe assim sem limites. Que me esnoba, porém me guia. Dá-me forças e também vertigem. Nessas horas em que o choro me enrola, o nó na garganta esgana e força esses desabafos com pressa. Com força. Com gritos de uma alma em silêncio. Aqui, não minto sentimentos. Aqui, eu sou o que invade o meu peito e grito o que necessito para viver em paz comigo mesma. Aqui, eu sou o que os outros não permitem que eu seja. E aqui, eu vivo e sinto e brigo e brinco e amo e existo. E tenho-me completamente minha. Aqui a liberdade é o meu caminho, os risos não são contidos e as lágrimas rolam soltas como os meus dias. Aqui eu vejo uma luz no fim do túnel e aqui eu posso ser feliz. No momento, somente aqui. Onde as mentiras ficam encobertas; irrita. Onde os risos somem, fogem, mentem; choro. Onde tua boca não cala minhas lamúrias; finjo. Onde os brilhos dos meus olhos se acabam; tristeza. E ainda estou. Aqui, à beira deste abismo que aparentemente não tem fim. Só depende de mim. Os meus olhos lacrimejantes por aqui esperam sorrisos e olhares-desejos. E fome, e sede, e sem medo de tomar o meu amor por inteiro. Estou intensamente. Sou.
Com todo o meu desabrigo fico aqui mesmo sem rumo. Perdida no espaço enorme existente entre o sonho e a realidade. Sinto-me deixada de lado por mim mesma e sem respostas, sem abrigo e sem palavras, fico. Assim vou vivendo mesmo que estonteada, somente à busca de um novo momento. De um novo sorriso com vontade de viver e ser alguém com rumo diferente. Minhas palavras secaram, pararam, foram embora, fugiram. Não me aguentaram mais.

15 comentários:

maiara diniz. disse...

Ah Tassy, por mais ruins que possam parecer, os momentos são passageiros. O que não podemos fazer é entregar nossa felicidade nas mãos de alguém que não fará um bom uso dela, o fato é que depende unica e exclusivamente de nós ;) Beijos

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ NARA CABRAL Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

amei seu blog
estou te seguindo
guando puder faça uma visitinha no meu se quiser siga-me
abraço

Camila. disse...

Texto lindo e o blog também,
perfeito aqui *-*

www.menina-normal.blogspot.com
xx

Lia Araújo disse...

Menina, que lindo!
Sinto que nossos espaçinhos online, são refugios, o meu, é uma partezinha do meu coração.

Que bom, que vc ouve Tiê, e atraves dos meus post, tô tão feliz, ohh!

Bjos querida
Fica com Deus

Paulo Dionísio disse...

Linda Tass. Concordo com o que a Maiara disse querida. Siga em frente bela.

Ah, acho que não gostará desse post hahaha. http://chapeletaroxa.blogspot.com/2010/06/e-la-no-sul.html

Rodolpho Padovani disse...

Os momentos ruins da vida vem para nos fortalecer e preparar para coisas boas...

Bjs...

Thaís. disse...

'' Aperto em meu peito por pensar que nada poderá mudar e continuará assim, sem rumo, sem fundo, sem fim. Perdida dentro dos pensamentos que me rondam, eu sorrio querendo chorar e ninguém vê.''

Então, tens uma companhia para sentir-se assim. Também sinto-me na mesma situação. Agonia, confusão, pensamentos sem rumos, felicidade fingida. Mas a vida é feita de fases e momentos, não é mesmo? Essa fase ou momento ruim, logo passará.
Beijos e apesar de triste, um belo texto. @pequenatiss.

Maiky disse...

Gostei muito do teu blog.
Estou te seguindo!

Leo disse...

Nossa, fiquei feliz que tenha lembrado de mim (blogue), e mais feliz que o nome encheu de esperança teu coração, então isso é a prova que há luz nos lugares mais recônditos, não é?

Mas, ao mesmo tempo fiquei preocupado contigo, me perguntando o que será que houve, quando li seu post eu entendi. concordo com a Maiara ali em cima, os momentos são passageiros e a gente sempre aprende, e aprender vc já fez quando disse alí que abandonou a si mesma. me fez lembrar uma frase de S. Exupéry que diz: Fiel é uma pessoa em primeiro lugar com ela mesma.

é bem assim não é? sei que vai se encontrar e o novo momento vai chegar. aquele. do riso.

Beijos e alegria pra ti.

Pegadas do Coração disse...

Lindo texto, Tassy!Parabéns!
Realmente sua forma de se expressar é maravilhosa, levando o leitor a viajar no texto... Fantástico!
Obrigado pela visita no meu espaço!

Emi disse...

''Não grito e nem rio. Simplesmente fico como Deus quiser. ''
Amei o texto, embora expresse um momento não muito agradável. :(
Seu blog é lindo, e seus textos mais ainda!
Beijoos!

Ellen Azevedo disse...

Um desabafo de tirar o fôlego.
Ponha mais cor nos seus sentimentos, no amor e na tua vida ;)

Beeijos coloridos!

Trashy Fame disse...

ah amei o blog *-* to seguindo aqui, se der passa no meu tbm: www.thetrashyfame.blogspot.com

Nathalia S. Nicolosi disse...

Olá, Tassy.
Sei que quase nunca comento aqui, mas estou sem tempo! Mal atualizo o meu blog por este motivo. Mas sempre estou lendo seus textos e adoro!
Tem um selo pra você no meu blog ^^

Grande beijo!

Fernando Franco disse...

"Minhas palavras secaram, pararam, foram embora, fugiram. Não me aguentaram mais."
isso foi magnífico!
não sei decrever esse final

Related Posts with Thumbnails