''Fechar-se não está com nada , as pessoas são sempre o que de melhor existe .''
(Caio F. Abreu)

quarta-feira, 23 de junho de 2010

O que preciso ouvir


Tem gosto de calma que quando explode delicia do céu da boca ao céu azul. Tem cheiro de rosa branca, flor-de-maio misturado com Egeo Dolce. Um tom de romance misturado com desejo. Tem desejos e saudades, é mutável e cosmológica. É doce como bala de goma e azeda como aquele limão misturado com vodca dos sábados. À noite ilumina sua alma como alguém abaixo do refletor. Ela é assim, tão ingênua e insensata; tão ela, tão pura e puta; tão bela e feia; tão Maria, tão Julieta e tão Chanel.
Some durante a noite em seus sonhos e tem vontade de sumir também na realidade. Acorda com impaciência e implora, muitas vezes, por um pingo de indecência. Doce, linda e encanta o céu por onde passa. As ruas tão pequenas perto do seu olhar imenso mirando o horizonte e esperançosa com a mudança. Os rios que banham a região dos seus pés passam e a levam junto buscando encontrar novos afluentes e novos amores indecentes, impuros, imperfeitos e conturbados. Amores reais sem sonhos e fantasias, isso tudo ficará para depois. Um sorriso largado ao vento que vem e vão, redemoinhos de paixões e contradições. Assim o tempo se vai, os olhos brilhando e o desejo está próximo do real. Assim a doce moça dos olhos como amêndoas vai vivendo, sendo e crendo.
Quando uma gota de intolerância escorre em sua alma, queima. Ferve seus olhos, ferve seu sangue, mas não fere seu peito, não muda a essência, não esquece o tempo e muito menos o aprendizado. É simples, tem sotaque marcado dos farrapos e o sangue quente de uma guerreira. Um mate amargo é água pura. Um xote carreirinho é o balanço das ondas. A vontade de liberdade é histórica, é clara e uma busca diária. Ser livre, cantar e voar. Ser canto, livre e voando aos quatro ventos, aos céus estrelados e buscando a brisa fresca que aquieta a alma. A alma é eterna, a razão é eterna e a minha busca caminha junto, eternamente.
Ah! Ela é um encanto quando está aos nervos, ela é linda quando seu rosto franze e gostosa quando limpa a casa. Ela é mulher, é gata leoa pantera, é um sonho e pesadelo insistente. Traz-me o riso, o choro, o cheiro, o gosto; traz-me a calma, a paz e o tormento. Em minha vida causa terremotos. No céu de minha boca faz nascerem estrelas. Ela é tudo o que eu gostaria de encontrar. E encontrei.

10 comentários:

Taian disse...

Amei o seu blog. Textos lindos e ele em si também tá um luxo. A frase da Clarice Lispector também tá linda na descrição! Parabéns, amor. Sucesso. :)

Roberto Borati disse...

o melhor post de todos.

muito bom.

intenso...

Malú Nunes disse...

e a levam junto buscando encontrar novos afluentes e novos amores indecentes, impuros, imperfeitos e conturbados.'

Adoro análises, descrições e você fez isso MUITO bem e lindamente. Parabéns ! ;*

Rodolpho Padovani disse...

Essa daí é um furacão que arrasa quarteirões e corações, ainda que ingênua desconhece seu total poder... ahh, se ela o descobre... haha

Bjs =)

RICARDO disse...

Belíssimo Tassyane!

Parabéns(de novo-rs)!

Beijo

Paulo Dionísio disse...

Linda como sempre. Com seu jeito e tom de escrever. E um coração enorme.
Beijos.

Roberta Dornelas disse...

Você escreve muito bem, gostei muito do blog.
Vou voltar mais vezes!

Jaíce Cristina disse...

Maravilhoso. Fiquei muito envolvida na leitura, sabe... Cada pedacinho instigava a ler o resto. Muito bom, muito mesmo!
Beeeeijo.

elry disse...

palavras tão cheias de alma...

disse...

posso entrar na fila pra ouvir tudo isso também? =]

achei lindo demais!

Related Posts with Thumbnails