''Fechar-se não está com nada , as pessoas são sempre o que de melhor existe .''
(Caio F. Abreu)

terça-feira, 4 de maio de 2010

De um encontro

"Don't worry
About a thing
Turn off the tv and let the telephone just ring
Let it fly
And walk on by
I'll meet you on the other side."


Uma estrela brilhante que olha por nós. Brilha, encanta e ilumina a infinda noite que veio e me trouxe um gole de saudade. Estou tonta, leve, confusa e ainda com um aperto em meio peito sei que nada é em vão. O céu ainda que brilhe e nos tonteie com suas estrelas passando-nos calma, deixa-nos confusa em sua imensidão e com um desejo que esteja mais próximo. Estou confiante de que um dia tudo irá mudar. Estou esperançosa e ainda, amando o dia, a noite e a vida.
Vou lembrar de cada passo dado e cada sorriso deixado de lado, vou levantar a cabeça, olhar à frente e agradecer. Quero um pouco mais de paz. Um canto meu, uma música calma e um gole daquele velho café amargo que me acompanha. Meus livros, meus papéis rabiscados e os meus velhos sonhos que ainda assombram os meus dias. E como se tudo fosse belo vou caminhar pela rua e ver nos olhos das outras pessoas a esperança. O amor. Que nos toma aos poucos sem nem percebermos.
Um desejo jogado aos céus à espera que as estrelas o tornem real, quero tudo o que possa trazer o bem. Com os dedos cruzados e com as preces de todos os dias espero que ainda seja belo o que hoje me traz angustia. A vontade de mudar o mundo me toma, cansa e enlouquece. Estou quente e as minhas letras ferventes os detalham os meus anseios, que por mais indecifráveis que sejam são ternos e gritantes. Ouçam. E decifre aos poucos conforme me bebem e leiam o que me tem por inteiro. Essa vida, essas letras entre pontos e encontros. Essa fome de entendimento e questionamento. Envolve-me em braços quentes, me torne menos brisa e me diga aonde ir. Aonde sentar, olhar e escrever, só. Só, que eu encontro um caminho e escreva mesmo que sem destino umas palavras desencontradas que me tragam sossego. Que aquietem minha alma e que o sono seja por inteiro. Toda a noite e a noite toda.
Peço um gole que ti, uma gota de paixão misturada com o sossego dos teus olhos e com o riso da tua boca seja feita a minha alegria. Diante da vida e seus momentos, hoje, minhas palavras são gritantes e implorando por algo melhor. Preciso de calma, preciso de um encontro e um bom papo. Um papo, uma conversa em tom maior. Em tom grave. Em grave som. Preciso sentir nudez nas palavras que me falam. Encontre-me.

6 comentários:

Erica Maria disse...

Adorei o texto!!!

Bjos em seu coração!

Ariela disse...

Desejos e anseios são deveras confusos. Mas conseguiu demonstra-los de uma inexplicável.

"A vontade de mudar o mundo me toma, cansa e enlouquece."
Adorei.

Nell disse...

Ao fim de cada frase .. um suspiro.
Texto adorável , assim como todo o blog *-*
é desses que não dá vontade de sair, sabe?!

Beijo

' Lett disse...

Você escreve lindamente, parabéns!

Rafaela Rainato. disse...

Um desespero transbordando amor..
Que delicia de texto..
Beijos Tassy!

Relatos da minha vida. disse...

Simplesmente maravilhoso! Adorável!

Related Posts with Thumbnails